28 de dezembro de 2011

Eu sou o que o amor é.

L_244667454_large

Menino, eu sou uma mulher cheia de inconstâncias, cheia de dúvidas, e cheia de barreiras invisíveis. Eu sou prolixa, eu sou intensa, e isso às vezes me toma muito tempo e muita vida. Eu gosto de gostar do impossível, e gosto de gostar do nada e do tudo. Eu sou extremamente complexa. Tenho a tendência a tomar doses de amor e me embebedar delas até ficar completamente apaixonada por alguém, ou por alguma coisa. Eu alimento os meus vícios sentimentais com amor excessivo e com paixão extrema. Sou totalmente tomada por eles, e sem nenhuma escolha me entrego. O amor pra mim hoje já é solução, feracidade e veracidade. Hoje de perdida fui pra encontrada, de mal amada fui pra bem resolvida, e de alegre fui pra felicíssima. Hoje eu sou o que o amor é pra mim, eu sou o amor, e como tinha te dito antes: Eu sou extremamente complexa. 

4 comentários:

  1. Tão complexo e tão bonito!!
    Lindo texto!!

    Melisse, lhe desejo um Feliz 2012!!
    bjo,bjo!!

    ResponderExcluir
  2. (...) de mal amada fui pra bem resolvida.
    É bem assim que eu me defino.
    Lindo demais Melisse, muito mesmo.


    Que 2012 seja doce.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. De alegre, pra felicíssima! :D

    Feliz Ano Novo! Tudo de melhor em 2012, que seus sonhos sejam realizados e sua inspiração seja renovada.

    Um beijo. ^^

    ResponderExcluir
  4. Obrigada meninas. Tudo de bom pra vocês também, beijos ;)

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar (: