20 de março de 2012

Amor bandido

Não é preciso dizer grandes palavras, eu na verdade nem sei me expressar. Vou sentir saudades, vou sentir falta, mas prometi a mim mesma que vou me prender, sou o meu próprio freio de mão, eu me seguro, eu me sustento, eu me policio. Eu sou obrigada a fazer isso por mim, sou vilã de mim mesma, pois deixo você ser meu bandido, o vilão galanteador, e eu já não suporto ser benquista e depois malquista. Eu ainda não aprendi a brincar com ninguém, e sinceramente eu não quero. Se for necessário eu sangro, eu choro, mas prefiro sair como uma grande vítima de mim mesma do que como vilã de alguém. 

Tumblr_lyf33xjceb1qgx88ro1_500_large 

2 comentários:

  1. Oi!
    Que texto em?tudo esta bem claro e transparente,ser o que deve ser do que prejudicar alguem.Sentimentos verdadeiros escritos com a mais naturalidade do ser.
    Adorei e já estou a te seguir.
    Cheguei aqui através do blog: De repente me deu tanta saudade...
    Felicidades no seu caminhar.
    http://wwwavivarcel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querido pelas lindas palavras, estou indo agora no seu blog para te seguir. Beijos ;)

      Excluir

Obrigada por comentar (: