30 de outubro de 2012

18 dias

Oi amor, hoje fazem exatamente 18 dias que estou sem você. Está sendo tão difícil se despedir, deixar você ir, estar longe e ao mesmo tempo estar tão perto. Gostaria de te lembrar que sinto falta do seu jeito chato de ser, sinto saudades de você me fazer rir quando estou com raiva, eu sinto saudades de você pedindo as coisas pra mim. Eu não sei quanta falta eu faço pra você, mas você faz tanta falta pra mim. Durante o dia eu quero ligar e ouvir sua voz, mas aí eu lembro que eu não posso fazer isso, seria errado, é errado te amar agora. Eu sinto falta do seu beijo, do cheiro, até de passar os dedos nos seus cabelos. Eu sei que você foi porque quis, ou porque achou que seria melhor, espero que você esteja errado, e espero que você descubra isso em breve e venha me contar. Eu não sei bem como é andar segurando a mão de uma pessoa tanto tempo e depois simplesmente soltá-la para andar por aonde quiser, eu ainda sinto seus dedos entrelaçados nos meus, ainda sinto sua mão tocando a minha. É complicado a gente se abandonar assim, é como se estivéssemos tentando matar a gente mesmo, matando aquilo que se guarda no peito, no coração. Eu acredito que você me ame, e acredito que você sente saudades e que vai voltar. Mas, a saudade é tão cruel quanto o tempo. Eu não paro de falar de você, eu acordo pensando em você, como eu fazia em todas as manhãs pedindo pra Deus abençoar a gente. Eu vou tentar seguir sem sua mão colada na minha, eu vou tentar passar os dias sem te ligar, vou tentando enganar meu coração dizendo à ele que não tem mais nada haver eu e você. A gente vai fazendo assim, levando as coisas como se estivesse tudo bem, todos salvos. Vamos tentar esquecer um pouco o que se tem no peito, talvez assim a mente pare de nos lembrar que um dia estivemos um tocando a mão do outro e andando juntos, acreditando que era pra sempre.

4 comentários:

  1. Espero que volte. Espero que o reencontro seja lindo e que o amor perdure e se torne sempre imenso. Espero que os dois voltem a sorrir juntos e encontrar caminhos para enfrentar esse mundo. Espero que os dedos se juntem, que as almas se unem, que os sorrisos sejam somados e sempre multiplicados. Desejo cada dia mais amor.

    ResponderExcluir
  2. Tassyane, é sempre bom quando aquilo que se perdeu volta, ainda mais quando a gente perde algo pelo qual se dava completamente, mas que a cada volta voltemos melhores.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar (: