3 de dezembro de 2012

1 mês e 21 dias

Caramba, que droga de saudades é essa?! É sentir intensamente o que se tem por dentro e simplesmente não entender o que é seu e mora dentro de você. Não consigo entender como um amor pode ser tão forte quando estamos tão fracos, como um amor pode ser tão presente quando se está tão ausente, não consigo entender o 'por quê' das coisas, não consigo fazer com que as razões, os motivos, as estatísticas, os erros sejam maiores do que o que eu sinto, do que a gente sente eu acho. Você me perguntou como se pode sentir falta sem conviver? A resposta que eu tenho pra te dar é: "Do mesmo jeito que a gente continua se amando sem conviver, a gente sente involuntariamente independente da gente". É complexo entender que não é a gente que manda no coração, no nosso coração, algo tão nosso mas, ao mesmo tempo tão independente da gente, sente, ama, sofre sozinho, mesmo quando o cérebro manda o comando para não sentir, não amar, não sofrer. Bom, eu só queria deixar registrado que eu te amo e que sinto sua falta em cada milésimo de tempo que se passa. 

Tumblr_m5iarh98ys1r9luheo1_500_large

PS: Estou feliz por você!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar (: